EMATER


EMATER EM CORONEL XAVIER CHAVES

HISTÓRIA


A Associação de Crédito e Assistência Rural – ACAR, fundada em 1948, foi a primeira experiência brasileira direcionada para a introdução de novas técnicas de agricultura e economia doméstica, de incentivo à organização e de aproximação do conhecimento gerado nos centros de ensino e de pesquisa aos produtores rurais. Essa Associação, que tinha como símbolo o jipe, possuía equipes de trabalho em municípios de Minas Gerais, que prestavam assistência técnica aos agricultores que a solicitassem.


Em 1974 o serviço de extensão coordenado pela ABCAR foi estatizado, com a criação da Empresa Brasileira de Assistência Técnica e Extensão Rural – EMBRATER, responsável pela coordenação de todas as Emateres, empresas públicas estaduais vinculadas às Secretarias de Agricultura dos Estados, criadas em substituição às ACARES.


A EMATER-MG foi criada em 1975, ao mesmo tempo em que era extinta a ACAR, com o objetivo de planejar, coordenar e executar programas de assistência técnica e extensão rural, buscando difundir conhecimentos de natureza técnica, econômica e social, para aumento da produção e produtividade agrícolas e melhoria das condições de vida no meio rural do Estado de Minas Gerais, de acordo com as políticas de ação do Governo estadual e federal.


Entretanto, com a crise econômica iniciada em 1979 e a conseqüente redução de recursos, aconteceram mudanças com relação ao público atendido. A assistência técnica se volta para pequenos e médios produtores e produção de alimentos básicos. A responsabilidade de assistir os grandes produtores foi direcionada para as empresas privadas de assistência técnica.


Em 1990, com a extinção da EMBRATER, a coordenação do Sistema passa para a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA, em seguida para a Associação Brasileira das Empresas de Assistência Técnica e Extensão Rural – ASBRAER e, recentemente, para o Ministério do Desenvolvimento e Reforma Agrária – MDA.


Ainda na década de 90, como forma de sobreviver em meio à turbulência, a EMATER-MG passa por um processo de modernização, incorporando a visão de foco no cliente e nos resultados desejados, definindo sua missão e objetivos estratégicos. Além disso, oferece serviços aos médios e grandes produtores, com o objetivo de gerar recursos adicionais, para ampliar e melhorar o atendimento aos produtores rurais de agricultura familiar.


A partir de 2003 a EMATER-MG começa a consolidar a sua atuação como Empresa de Desenvolvimento Sustentável, tendo um papel destacado na construção e implementação de políticas públicas.


A EMATER-MG atua como um dos principais instrumentos do Governo de Minas Gerais para a ação operacional e de planejamento no setor agrícola do Estado, especialmente para desenvolver ações de extensão rural junto aos produtores de agricultura familiar. Constitui área específica de atuação o território mineiro, buscando resultados como a melhoria da qualidade de vida e condições de produção dos produtores de agricultura familiar, a inclusão social de grupos e comunidades rurais, por meio de programas geradores de emprego e renda, e as ações de organização rural para o desenvolvimento com sustentabilidade e atendimento aos direitos de cidadania.


O apoio à agricultura familiar é conseqüência de uma política estratégica para garantir segurança alimentar e nutricional, proporcionar a inclusão social de grupos marginalizados e permitir o desenvolvimento sustentado de toda a sociedade mineira. Para tanto a EMATER-MG desenvolve suas ações em parceria e de forma integrada com o Sistema Operacional da Agricultura de Minas Gerais; os produtores rurais, suas formas associativas e suas entidades de classe; as diversas organizações e empresas do setor privado e público; e, especialmente, com o Poder Público Municipal.


EQUIPE


Leonardo Henrique Ferreira Calsavara


Possui graduação em Administração pela Universidade Federal de São João Del – Rei (2009) e curso Técnico em Agropecuária pela Escola Agrotécnica Federal de Barbacena (2000). Atualmente é extensionista agropecuário da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (EMATER-MG). Tem experiência na área de Integração Lavoura Pecuária e Integração Lavoura, Pecuária e Floresta, com ênfase na produção de leite, atuando principalmente nos seguintes temas: sustentabilidade, produção e mercado.


Currículo Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4332518P7


PROGRAMAS


Objetivo: Promover a qualidade de vida dos agricultores familiares por meio da construção técnica, da organização e da gestão dos seus sistemas de produção na pecuária bovina, propiciando sua integração nas cadeias produtivas vinculadas à atividade, com foco no incremento da renda familiar proveniente dos produtos da bovinocultura – venda de leite e animais.


 


Público Alvo: Pecuaristas familiares com produção média diária de até 200 litros de leite, tendo na atividade leiteira a sua principal base econômica-financeira.


 


Parceiros:



Eixos:




Minas sem fome



Visa melhorar as condições de segurança alimentar e nutricional das populações de comunidade rural e urbana, em situação de vulnerabilidade social, organizadas por meio de entidades comunitárias, sem fins lucrativos e legalmente constituídas. Traz como estratégia a implantação de projetos produtivos coletivos e de agregação de valor à produção, como forma de inclusão produtiva e social e de resgate dos direitos de cidadania.


Público Alvo: População rural ou urbana, em situação de vulnerabilidade social, organizada por meio de associações comunitárias, sem fins lucrativos e legalmente constituídas, com projetos de interesse coletivo. Escolas, creches, asilos e entidades assistenciais também são atendidas.


Ações Desenvolvidas:



  • Criação de Pequenos Animais (avicultura/criação de galinhas)

  • Criação de Pequenos Animais (apicultura/criação de abelhas)

  • Lavouras Comunitárias, Pró-Horta, Pró-pomar

  • Agroindústria

  • Melhoria da Qualidade do Leite

  • Capacitação em Segurança Alimentar e Nutricional e Técnicas de Produção de Alimentos

  • Capacitação de Jovens Rurais

  • Sistemas de Captação e Abastecimento de Água


 


Integração lavoura, pecuária e floresta (iLPF)


O sistema de iLPF, também denominado de Agrossilvipastoril, é uma modalidade dos Sistemas Agroflorestais (SAF). O sistema de iLPF é o consórcio de sistemas de uso do solo, onde a atividade agrícola, a pecuária e a silvicultura são combinadas no mesmo tempo e espaço.


 


Objetivo:



  • recuperar ou renovar pastagens degradadas;

  • diversificar as fontes de renda;

  • maior eficiência da terra (otimização);

  • promover o conforto térmico dos animais;

  • reduzir a pressão por madeira de matas nativas;

  • sequestro de CO².


Vantagens da iLPF:



  • menor custo de implantação;

  • sinergismo entre as culturas;

  • obtenção de cobertura morta (palhada) para o plantio direto;

  • produção de forragem para a entressafra;

  • redução dos custos e da vulnerabilidade (clima e mercados);

  • aumento da taxa de ocupação (UA/ha);

  • aumento da MO e ciclagem de nutrientes no solo;

  • cerca viva;Paisagismo;Quebra vento;

  • valorização da propriedade;

  • viabiliza o plantio direto;

  • Independência do mercado externo/auto-suficiência.


 


Queijo Minas Artesanal


O Programa Queijo Minas Artesanal, executado pela EMATER-MG, contempla, entre outros aspectos, a organização dos produtores, padronização de produtores, padronização de produtos, normatização de processos de produtos, normatização de procesos de produção, embalagens, comercialização e, finalmente, certificação da origem e qualidade de seus queijos.


A realização de Programa assegura principalmente aos pequenos produtores de leite mais uma alternativa para a comercialização de seu produto, com maior valor agregado, gerando mais emprego e melhorando sua qualidade de vida.


Os principais objetivos são:



  • Garantir a segurança alimentar, por meio do controle sanitário no processo de produção.

  • Incentivar e fortalecer a organização dos produtores.

  • Cadastrar os produtores e buscar a certificação de origem.

  • Definir a cadeia produtiva.


Para que o produtor rural das regiões caracterizadas atenda à legislação e se cadastre no Instituto Mineiro de Agropecuária- IMA, é necessário que ele procure a EMATER-MG do seu município e faça parte do Programa de Melhoria do Queijo Minas Artesanal.


 


PARCEIROS



LINKS


EMATER/MGhttp://www.emater.mg.gov.br/


 


EMBRAPA GADO DE LEITEhttp://www.cnpgl.embrapa.br/


 


EMBRAPA MILHO E SORGOhttp://www.cnpms.embrapa.br/


 


EMBRABA HORTALIÇAShttp://www.cnph.embrapa.br/


 


EPAMIGhttp://www.epamig.br/


 


MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO – PRONAF

http://portal.mda.gov.br/portal/saf/programas/pronaf


 


MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO – MAIS ALIMENTO

http://www.mda.gov.br/portal/saf/institucional/maisalimentos


MATÉRIAS PUBLICADAS


2013


Integração lavoura, pecuária e floresta é a aposta para o desenvolvimento das atividades de produtores rurais.

http://www.credivertentes.com.br/?pagina=integra&cd_noticia=186


 


2011

Análise de Solo é medida que ajuda aumentar produtividade

http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/agricultura/35680-analise-de-solo-e-medida-simples-que-ajuda-a-aumentar-produtividade-analise-de-solo-e-medida-simples-que-ajuda-a-aumentar-produtividade


Cultivo consorciado cresceu em 80% em minas

http://www.agricultura.mg.gov.br/noticias/1944-cultivo-consorciado-cresceu-80-em-minas


 


2009

Produtores que preservam recursos naturais são premiados pela EMATER-MG

http://www.emater.mg.gov.br/portal.cgi?flagweb=site_tpl_paginas_internas&id=4228


 


2008

Preservação de nascentes renderá prêmios em Coronel Xavier Chaves

http://www.emater.mg.gov.br/portal.cgi?flagweb=site_tpl_paginas_internas&id=4228


 


 

 

IDENTIDADE ORGANIZACIONAL DA EMATER / MG

Qual é o negócio?

Desenvolvimento Sustentável.

 

Público

Agricultores familiares, médios e grandes agricultores e público urbano.

 

Missão

Promover o Desenvolvimento Sustentável, por meio da Assistência Técnica e Extensão Rural, assegurando a melhoria da qualidade de vida da sociedade mineira.

 

Visão

Ser reconhecida pela sociedade como a melhor empresa de assistência técnica e extensão rural na promoção do Desenvolvimento Sustentável.

Os valores são princípios, normas ou padrões de conduta que devem ser respeitados. Eles representam como a Empresa deve atuar nos mercados definidos para cumprir a sua missão.

 

Foco da Ação

Implementar políticas públicas que promovam o desenvolvimento sustentável, com foco na agricultura familiar, alinhadas ao Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado do Governo de Minas Gerais, à Política Estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e à Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural.