HISTÓRIA DA CIDADE


Já em 1700 se tinha notícias de moradores na região, os primeiros foram os da família de João Gonçalves de Faria Góes e Lara. Seus filhos e netos fixam moradia nas fazendas próximas: Dois Córregos, Roça Grande e Retiro.

Vindo do Rio de Janeiro, o Major Matheus Mendonça se casa na família já existente e se estabelece no “Retiro”.

Da fazenda do Jacaré município vizinho de Lagoa Dourada, vem o Coronel Francisco Rodrigues Xavier Chaves que se casa na família Mendonça e herda a Fazenda do Mosquito. Sua esposa era Joana de Mendonça Chaves e o Coronel Xavier Chaves era bisneto de Antônia Rita de Jesus Xavier, irmã caçula de Tiradentes.

Deve se registrar que a Fazenda do Pombal onde nasceu Tiradentes, embora pertencendo ao município vizinho de Ritápolis, dista apenas 08 Km da sede do município de Coronel Xavier chaves.

A Fazenda do Mosquito foi dividida entre os filhos do Coronel Xavier Chaves e nos lotes foram construídas casas para os familiares. Homem, de certa cultura, homeopata, o próprio Coronel fez um traçado urbanístico onde foram construídas 20(vinte) moradias, para familiares, padres e outros. Mandou construir na chamada Rua de Cima, moradias para os trabalhadores em suas propriedades.

O traçado atual da cidade se expandiu tendo o traçado original como referência. Pode se concluir que a cidade nasceu planejada.

Não se conhece a data exata destes acontecimentos, mas presume-se que seja a última década do século XIX. As casas mandadas construir pelo Coronel foram todas de sua propriedade até 1912.

Distrito de Tiradentes, passa a se chamar São Francisco Xavier em 1912. Deve se registrar que em 1943 um abaixo assinado pede a mudança do nome de São Francisco Xavier para “Canoas”, nome de uma fazenda vizinha, mas por mal entendido por ter sido grafado em letra tosca, o edital traz o nome de “Coroas”, como é chamada a cidade até hoje em toda a região.

Com a emancipação pela Lei 2764 de 30/12/1962, o município passa a se chamar Coronel Xavier Chaves.

Dista 190 Km de Belo Horizonte e 15 Km de São João Del Rei, na zona das Vertentes. Região de intensa tradição cultural, especialmente música, o município conta com banda de música, artesãos vários e pintores cujos trabalhos são comercializados nos grandes centros. Integrante do recém criado roteiro turístico da Estrada Real ( Circuito Trilha dos Inconfidentes), o município espera desenvolver atividades turísticas mais consistentes.