Com o intuito de iniciar o reflorestamento do terreno público ao lado do Rio do mosquito, foi realizado o plantio de mudas nativas, com reconhecimento e preparo do terreno visando as possíveis complicações com o solo e com insetos. As mudas foram cultivadas na estufa do Projeto Consciência Ambiental, localizada na Usina “José Bento de Castro”. Foram plantadas as seguintes espécies: Acácia, Jatobá, Mulungu, Canafístula e Jacarandá.

A iniciativa beneficiará não somente a recuperação da área inutilizada devastada, mas também reduzirá significativamente alguns problemas urbanos como a erosão do solo e deslizamentos de terra. Além disso, o plantio dessas árvores fornecerá refrigeração natural, reduzindo a poluição sonora e, principalmente, contribuindo com o meio ambiente através do resgate de uma área devastada. Outro benefício de extrema importância dessa ação é que ela fornecerá abrigo e alimento para a fauna.